Páginas do Blog

terça-feira, 7 de setembro de 2010

O dia em que conheci Justin Bieber

Entediada, querendo alguma emoção, querendo ver pessoas, arrependida da minha mania de criticar demais, prontamente, desesperadamente, aceitei o convite de ir a uma festa com dupla sertaneja da cidade. A festa era o de menos, o que importava mesmo era a turma, era sair de casal. Então fomos eu e meu namorado/noivo com mais dois casais curtir uma festinha.

A turma era ótima, mas quando vi os outros seres humanos no mesmo ambiente que eu, juro, tentei não falar um “A” de ninguém, não falar um “B” das crianças de 13 anos que já começaram a sair e conseguem entrar com carteira de identidade falsa pra beber até vomitar as tripas. Mas não consegui. Foi maior que eu e logo comecei a odiar aquelas meninas em rodinhas gritando feito as galinhas do quintal da casa da vó delas, e comecei a odiar aquele bando de homem com cinto lá no estômago, todos achando que eram peões. Odeio homem peão. Odeio homem de chapéu em festa.

Quero aproveitar e dizer para uma certa pessoa que vem me chamar de piriguete aqui (até aceitei um comentário seu no texto anterior) que eu tentei entrar numa roda de piriguetes para ver se eu realmente sou uma, mas não fui aceita. Elas me esnobaram e me excluíram da roda. E para quem acha que eu uso roupas curtas demais, digo: vocês não sabem o que é uma roupa curta. O nível das garotas lá eram cabelos espichados e vestidos que mostravam o ‘gordinho’ da bunda. Sério.

Então, numa dessas turminhas de garotos de 13 e 15 anos, com calças amarelas e rosas, eis que me surge o JUSTIN BIBA! Corri atrás do menino para puxar ele pelo braço e falar “filho, vai pra casa peloamordedeus, some da minha frente! Vai arrumar esse cabelo!” Mas não. Eu me segurei e pedi para tirar uma foto com ele. E não é que o Justin Biba me ignorou e começou a querer a beijar uma putinha de 12 anos ao mesmo tempoque me dizia “não, não”? Vontade de socar! Se acha mesmo. Enfim, apareceu meu namorado/noivo com seu ar de homem mais velho de 30 anos, me beijou e prontamente preparou a câmera para fazer o que eu queria. O Biba logo fez uma pose, eu dei meu maior sorriso de fã e tiramos a foto. Vai tomar no cu.

Claro, fui embora xingando cada um daquela festinha tosca e prometi nunca mais me enfiar num lugar desses (até a próxima crise que me obrigar a ser mais social).

Odiei o Justin Biba.





4 comentários:

  1. Afff
    Bando de cópias ambulantes! Querem ser originais e acabam sendo todos iguais.

    ResponderExcluir
  2. aaaah mentiiira, me passa o tel dele dpois! ;)

    ResponderExcluir
  3. isso sim e ser ridiculo

    ResponderExcluir
  4. palheçada pencei que era ele de vardade ,e vc me apronta uma dessas............
    eu te odeio!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir